3 vantagens da parceria entre empresas e universidades

Belo Horizonte | Quinta-feira, 2 de agosto de 2018 - 15h 30 - Atualizado às 9h 59

Os projetos inovadores surgem a todo o tempo na cabeça do empresário, mas nem sempre é possível tirá-los do papel. Na maioria das vezes falta a tecnologia necessária para desenvolver uma ideia. Uma boa opção pode ser terceirizar a pesquisa para estudantes.

 

Confira como funciona e as 3 principais vantagens da parceria entre empresas e universidades.

 

Como funciona a parceria entre empresas e universidades.

 


Em suma, é simples: empresas que não possuem recursos ou não estão dispostas a investir fortunas em equipamentos e tecnologia suficientes para manter uma estrutura de pesquisa internamente, mas possuem um projeto interessante, fazem uma parceria com universidades que estão interessadas em ampliar seu campo de pesquisa, desenvolver seus estudantes (de graduandos a doutorandos) e conseguir mais linhas de crédito para isto.

 

Ou seja, todos saem ganhando. Confira as 3 principais vantagens:

 

1. Reduzir custos

 

Quando o assunto é inovação, o risco é muito alto. Não há como prever precisamente a reação do mercado ao lançamento do produto. Além disso, gastar tubos de dinheiro em estrutura para conduzir essas pesquisas dentro da empresa não é algo fácil para um pequeno ou médio empreendedor. Por isso, as empresas e entidades que queiram desenvolver inovação sozinhas terão um custo muito alto. Então por que não fazer uma parceria?

 

2. Criação de produtos inovadores

 

Para a empresa, o principal benefício é a possibilidade de desenvolver produtos inovadores pelo acesso a mão de obra qualificada, novos conhecimentos, tecnologias e ferramentas. Além disso, estes empresários também podem ter algum grau de proteção através do registro de patentes.

 

3. Produção cientifica

 

Para os acadêmicos, o volume, a qualidade e o impacto de suas produções na sociedade é fundamental para o crescimento de suas carreiras.  Além disso, é dever das universidades públicas, por exemplo, retribuir os investimentos e soluções relevantes para a sociedade.

 

4. Extra - Exemplo de sucesso

 

Para se inspirar, confira um caso do site do Sebrae, que mostra o sucesso na parceria entre empresas e universidades.

 

Em 1994, um dentista incomodado com os procedimentos comuns para os tratamentos dentários e pensando em como aumentar o conforto de seus pacientes, começou a buscar formas de desenvolver equipamentos menos agressivos no fundo de seu consultório.

 

Em pouco tempo o dentista já tinha certeza de que o produto era bom. Ele então sugeriu que uma amiga, na época desempregada, comercializasse sua invenção. E lá se foi a moça bater de porta em porta para gerar renda. Em três semanas ela estava ganhando até mais do que o próprio dentista.

 

Para levar o negócio a sério e aumentar a escala de produção, ele criou a Angelus, foi desenvolvendo mais produtos e conquistando clientes. Depois de cinco anos, uma coisa era fato: seus produtos, ainda que simples, funcionavam, e ele estava no caminho certo. Mas, mesmo assim, ainda faltava alguma coisa. O produto tinha baixo valor agregado e a empresa tinha crescimento lento. Ele percebeu que não dava mais para continuar a produzir sem tecnologia.

 

Foi nesse momento que ele apresentou sua proposta para sua empresa até então pequenininha, para ser desenvolvida no Centro Tecnológico da Aeronáutica (CTA), na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e no Centro Técnico da Votoran Cimentos. Foram esses os primeiros centros de estudo a abraçar sua pesquisa e viabilizar o desenvolvimento de seus produtos.

 

Hoje, ele exporta para mais de 65 países, além de incentivar pesquisas com 5% de seu faturamento anual.

Galeria de Fotos

Seminário Regional Centro-Oeste

Seminário Regional Centro-Oeste

Revista Movimenta

 

 

 

Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de Minas Gerais

Av. Silviano Brandão, 25 – Sagrada Família – Belo Horizonte/MG

CEP: 31030-525 – Telefone: (31) 2532-3300